Os médicos merecem reconhecimento profissional
24/08/2020

Caros colegas médicas e médicos de todo Brasil,

É com enorme respeito que apresentamos a vocês a Chapa 2 – Nova AMB para disputar a Diretoria da Associação Médica Brasileira. Composta por médicos que nutrem os mesmos ideais, a Chapa 2 – Nova AMB inclui colegas de vários pontos do País, com elevada estatura associativa, acadêmica e de passado profissional ilibado.

Convergimos nos princípios e na convicção de que, em face do seu relevante papel social, os médicos merecem reconhecimento profissional, remuneração honesta e condições adequadas para assistir com dignidade e com qualidade os seus pacientes. 

Para tanto, e por princípio, os dirigentes da AMB devem manter distância crítica e construtiva de quaisquer tendências, partidos políticos e ideologias. Suas bandeiras devem ser o bom exercício da Medicina e a Saúde de qualidade para a população. Assim será na Nova AMB.

Desejamos e precisamos de uma representação vigorosa para encaminhar nossas demandas. Almejamos uma AMB com postura e atitudes eficazes. Sobretudo, com princípios éticos irretocáveis. A Nova AMB tem esse compromisso. Seremos modernos, combativos e fiéis às nossas propostas.

Também caminharemos ombreados com as nossas colegas médicas em sua luta por proteção legal, igualdade de oportunidades e de remuneração. De igual modo, atuaremos em plena sintonia com os anseios e expectativas dos jovens médicos. Eles foram praticamente excluídos da AMB nas últimas gestões. Temos que resgatá-los. Sem o jovem, não existe movimento associativo que se sustente.

Infelizmente, não temos aqui a oportunidade de compartilhar toda plataforma da Nova AMB. Houve um único espaço que a atual gestão da AMB nos deu em seu canal oficial para apresentarmos nossa chapa. Consideramos insuficiente o que nos foi oferecido.

Precisaríamos de muito mais para lhes contar todas as nossas proposições. Tampouco nos foi oferecido o mailing da AMB para enviarmos mensagem aos colegas aptos a votar. Não temos conhecimento do colégio eleitoral.

Então, só nos cabe finalizar dizendo: “Somos oposição a esta AMB que se mantém no poder há uma década e que almeja um quarto mandato. Queremos mudar o atual modo de ser da AMB. Somos a Nova AMB”.

Contamos com o seu apoio e aguardamos ansiosamente pelo seu voto.