Fato ou Fake?

O Movimento Nova AMB foi criado com o intuito de resgatar a Associação Médica Brasileira, colocando-a, efetivamente, para trabalhar e defender as demandas dos médicos do País por remuneração justa e conhecimento científico acessível, entre tantas outras. Seguimos os princípios éticos da honestidade e da transparência, pois essa é a base para a união dos médicos e para avanços.

Há quem não concorde com isso. Nas mais recentes campanhas de entidades médicas, algumas pessoas têm feito uso de fake news para tentar atingir adversários, abalar reputações e, assim, manipular o voto do médico eleitor.

Esses grupos misturam a política tradicional ao movimento médico. Costumam inventar que seus adversários são do PT, ou são Bolsonaro, ou são o que eles acham que o eleitor rejeitará. Também atacam os concorrentes, seus familiares e criam uma rede de injúrias e calúnias para semear o ódio em meio à classe médica.

O Movimento Nova AMB não perderá tempo com essa gente. Por isso, criamos o espaço Fato ou Fake?, no qual você poderá esclarecer suas dúvidas, se porventura receber mensagens acusatórias contra quaisquer uma das centenas de pessoas que compartilham o desejo de renovar com experiência, competência e ética.

O Fato ou Fake? é um espaço aberto também para você interagir com nosso Movimento, denunciando fake news, pedindo esclarecimentos sobre as mesmas e nos ajudando a recolocar as eleições médicas no caminho da ética e da discussão somente de ideias e de compromissos para melhorar a vida do médico e a Saúde.

Você também pode nos ajudar fazendo print das fake news com o respectivo autor e enviando-as para o e-mail contato@movimentonovaamb.com.br. Será muito importante, já que iremos processar todos eles, inclusive por tentar enganar os médicos, provocando prejuízos a todos nós.

Obrigado!  

César Eduardo Fernandes

Nova AMB - Chapa

É Fato (1) 18/08/2020

Francisco Cardoso – o homem escolhido por Diogo Sampaio para ser tesoureiro da AMB – e seus grupos Dignidade Médica e Radar da Saúde acabaram de ser punidos, sendo obrigados a publicar direito de resposta na própria comunidade que ele administra, por mentir sobre um membro de nossa chapa e atacar até a esposa dele.

É Fake (10) 18/08/2020

Francisco Cardoso, o homem escolhido por Diogo Sampaio para ser tesoureiro da AMB, não se emenda mesmo. Acabaram de ser punidos, sendo obrigados a publicar direito de resposta na comunidade que ele administra (“Dignidade” Médica), por mentir sobre um membro de nossa chapa e atacar até a esposa dele – veja em FATO. Mesmo assim, segue criando mais mentiras para tentar ganhar a eleição manipulando os médicos do Brasil. Fala sério, Francisco Cardoso, vamos conversar sobre os milhões desviados da AMB, senhor candidato a tesoureiro da chapa da situação?

É Fake (9) 07/08/2020

Mais uma fake news da pior qualidade, produzida pelos mesmos de sempre. Além de falsas informações no post, eles omitem que o atual 2º tesoureiro da Associação Médica Brasileira, José Luiz Bonamigo Filho, também candidato a secretário geral pela chapa de situação da AMB, estava no encontro.

Era 2013, Brasília. Diversas lideranças médicas, entre elas da Associação Paulista de Medicina, são recebidas pela então presidente Dilma Rousseff, após uma série de pressões e protestos. Cerimonial faz foto para os anais da Presidência da República, sugerindo expressão cordial. Na hora dos debates efetivos, durante a reunião, os diretores da APM apresentam queixas sobre as escolas médicas, revalidação dos diplomas, além do pleito por uma Carreira de Estado para os médicos – conforme noticiado pela Revista da APM em maio de 2013. Representantes da APM também foram com a delegação protestar no Senado Federal.

É Fake (8) 06/08/2020

Confira texto de José Eduardo Lutaif Dolci, professor Titular de Otorrrinolaringologia e diretor da Faculdade de Ciência Médicas da Santa Casa de São Paulo, candidato a Diretor Científico da Associação Médica Brasileira pela Chapa Nova AMB, sobre as notícias falsas das quais têm sido vítima.

“Desde bem jovem, sonhava ser médico, para cuidar das pessoas, curá-las de suas doenças e, acima de tudo, ser digno da confiança de meus pacientes. Não imaginava que, um dia, colegas me atacassem por questões ideológicas, aliando-se aos que propagam a mentira, a calúnia, a injúria e a difamação.

Pois é exatamente isso que tem acontecido, por ter ousado exercer o direito democrático de apoiar a Chapa Nova AMB, que concorre à direção da Associação Médica Brasileira. Conspurcam seus estudos, diplomas e atuação por motivos torpes. Nem sequer têm a coragem de me confrontar frente a frente. Ofendem minha esposa, que dedica sua vida à defesa do consumidor.

Tomarei as providências judiciais cabíveis pois, ao contrário destas pessoas, acredito na democracia e no estado de direito. Quando tenho alguma divergência com alguém, não recorro ao anonimato nem a postagens. Falo na cara.

Mas, infelizmente, o Brasil se divide entre dois extremismos, com suas práticas antidemocráticas. Não me vinculo a inimigos da democracia, sejam de direita ou de esquerda. Não me valho de subterfúgios covardes e desonestos para fazer valer minhas ideias. Sou um democrata, e minha vida profissional e pessoal fala por mim.

Adeptos de fake news e robôs podem jogar sujo, muito sujo, que não descerei ao esgoto político. Medem-me com suas réguas, pois sempre habitaram as regiões contaminadas pelo coronavírus da infâmia e da covardia. Não abrirei mão, jamais, dos valores interioranos com os quais fui educado. Aos detratores, a justiça dos homens e a de Deus.”

É Fake (7) 06/08/2020

Em mais uma publicação irresponsável, integrantes da Chapa 1 – encabeçada por Diogo Sampaio – têm distorcido entrevista de César Eduardo Fernandes à Revista Ela, da Febrasgo (ed. 3, jun/jul 2019).

Ao contrário do que seus adversários tentam propagar, no texto em questão, Fernandes ressalta que “Tanto a obstetriz como o enfermeiro obstetra estão habilitados a atender gestantes de baixo risco, desde que existam médicos presencialmente disponíveis para atuar quando necessário”.

César Fernandes ainda deixa claro no mesmo texto que a doula não faz o parto e conforta os médicos sobre a competência do trabalho que vêm desempenhando, reconhecido pelas pacientes – de acordo com pesquisa do Instituto Datafolha citada na reportagem.

A Associação Médica Brasileira não pode continuar sendo comandada por pessoas dessa natureza. Ela precisa e merece dirigentes sérios, íntegros e alinhados com os anseios da classe médica brasileira. Repudie as fake news e vote por uma Nova AMB.

É Fake! (6) 04/08/2020
É Fake! (5) 03/08/2020
É Fake! (4) 29/07/2020

Em vez de debater propostas para melhorar a vida do médico – e sem ter realizações para apresentar –, indivíduos que defendem que a Associação Médica Brasileira continue como está, e nas mãos dos mesmos, usam fake news de forma cada vez mais grosseira, com o intuito de tentar manipular você, médico brasileiro.

Na mais recente investida para assaltar o seu voto, pegaram um post de nosso Facebook, inseriram imagens e absurdos, confiantes de que somos fáceis de enganar. Não o somos! Confira a fake e o fato aqui. Assim, poderá nos ajudar a isolar pessoas inescrupulosas do meio médico. Hora de limpar a área. Por uma Nova AMB!

É Fake! (3) 22/06/2020

Outra falsa notícia espalhada pelo Radar da Saúde, perfil do Facebook gerenciado pelo grupo Dignidade Médica. De forma recorrente e mentirosa, eles afirmam que César Eduardo Fernandes é petista e defendeu o Programa Mais Médicos. É fake!

Nesta época, a SOGESP, então presidida por César Fernandes, foi incisivamente contra o Mais Médicos e marcou presença em todas as lutas e passeatas, além de denunciar aos médicos na capa de sua Revista, conforme pode ser conferido abaixo. Mais um registro importante: César jamais declarou voto ou preferência partidária no movimento médico, por entender que deve ser apartidário e plural. No movimento, todos dever tomar o partido do médico. E só.

Não se deixe enganar por aqueles que buscam manipular o voto dos médicos. Junte -se a nós por uma Nova AMB.

É Fake! (2) 22/06/2020

O Radar da Saúde é um perfil do Facebook gerenciado pelo grupo Dignidade Médica, que se supera na criação de mentiras, injúrias e difamação. Quase sempre, vai contra todos os fatos e evidências para tentar enganar os médicos em suas eleições.  Eles afirmam recorrentemente que Florisval Meinão, um dos apoiadores do Movimento Nova AMB, é do PT e defendeu o Programa Mais Médicos. É fake!

Na verdade, como mostra a edição de julho de 2013 da Revista da APM, Florisval Meinão (à frente, enrolado na bandeira do Brasil) foi uma das principais lideranças da luta contra o Mais Médicos, tendo sido organizador da histórica passeata que reuniu 10 mil médicos na Avenida Paulista, protestando contra a entrada de médicos cubanos e de outras nacionalidades sem revalidação de diplomas.